UFSCar anuncia revitalização de área de uso comum dos estudantes mas militantes de esquerda defendem a decadencia

A reitora da UFSCar anunciou o início da revitalização de uma área de uso comum dos estudantes. Mas os militantes do fracasso não querem as melhorias e alegam estão destruindo o espaço ao revitalizar. Coisa de quem defende a decadência.

UFSCar anuncia revitalização de área de uso comum dos estudantes mas militantes de esquerda defendem a decadencia

Foram iniciadas as obras de revitalização da área do antigo bambuzal, em frente ao Ginásio de Esportes, no Campus São Carlos da UFSCar. A área veio se degradando nos últimos anos e a situação culminou com a retirada do bambuzal, necessária por razões ambientais e sanitárias. A partir de diversas solicitações da comunidade, demandas de ordem ambiental e de órgãos de controle, a Reitoria solicitou a elaboração de um projeto de revitalização e conseguiu articular recursos junto a parlamentares.

"Há décadas a região do bambuzal tem sido utilizada como palco para manifestações artísticas, culturais, e como centro de convivência; e essa tradição será mantida. As obras darão maior conforto, e beneficiarão toda a comunidade", afirmou a Reitora Wanda Hoffmann. 

O projeto foi elaborado pelo Escritório de Desenvolvimento Físico (EDF) da UFSCar.

Mas os militantes do fracasso estão falando que ela está destruindo o espaço ao revitalizar. Coisa de quem defende a decadência.

Felizmente o Brasil está mudando e movimentos como o UFSCar Livre pode dar conhecimento público do que faz esse bando de maconheiros.

Essa é a situação do local:
Situação do local a ser revitalizado

E aqui a imagem do projeto de revitalização:

Imagem do projeto de revitalização