Presidente e ministros participam de evento que marca 300 dias de governo

Jair Bolsonaro: "O mundo está de olho em nós. Nós estamos recuperando a confiança"

Presidente e ministros participam de evento que marca 300 dias de governo
Foto: Alan Santos/PR

a cerimônia de 300 dias do governo, realizada nesta terça-feira (05), no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro se emocionou ao assistir a um vídeo com as ações e conquistas do período, e afirmou que o Brasil está retomando a confiança.

“O mundo está de olho em nós. Nós estamos recuperando a confiança. E isso é primordial”, afirmou o presidente.

Foram 300 dias de implementação de diversas ações nas áreas de economia, saúde, combate à corrupção, agricultura, entre outros.Houve diminuição histórica de homicídios e estupros, apreensões recordes de drogas e diminuição dos gastos do Estado. “Conseguimos mudar o rumo do Brasil”, disse o ministro Onyx ao citar as ações na área econômica do ministro Paulo Guedes. Ele também destacou a relação com o Congresso Nacional de “respeito e parcerias”.

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo, lembrou do trabalhou de 200 dias na Amazônia para conter os focos de incêndio que resultou, nos meses de setembro e outubro, “no registro de focos muito abaixo da média”. O ministro ressaltou também o vazamento de óleo nas praias brasileiras, que chamou de “criminoso”, e disse se tratar de “uma verdadeira agressão ao Brasil sem precedentes”.

Por último, parabenizou os atletas que estiveram nos 7° Jogos Mundiais Militares, ocorridos na China em outubro. Entre 109 países, o Brasil conquistou o terceiro lugar com 88 medalhas. Esses atletas “puderam contribuir para a transformação do Brasil numa potência olímpica”.

Entre as ações para os próximos dias de Governo, foram destacados o Pacote Anticrime, que já está no Congresso Nacional, a promulgação da Nova Previdência e os resultados, na prática, da MP da Liberdade Econômica, já sancionada.

Pela manhã, Jair Bolsonaro foi ao Congresso Nacional entregar três Propostas de Emenda à Constituição, que integram o Plano Mais Brasil – transformação do Estado. As PECs foram entregues ao presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre.

“Chega de prefeito andar com pires na mão. Vamos liberar mais de R$ 400 bilhões aos estados e municípios nos próximos anos”, afirmou o ministro-chefe da Casa Civil, no Palácio do Planalto, em referência à proposta, e completou. “O Brasil será a grande nação que o presidente Bolsonaro sonhou e conduz”, pontuou Onyx Lorenzoni.