Inaugurada delegacia modelo da PF para investigar crimes de corrupção e lavagem de dinheiro

Ministro Sergio Moro destacou que modelagem será disseminada para demais polícias judiciárias

Inaugurada delegacia modelo da PF para investigar crimes de corrupção e lavagem de dinheiro

O Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, inaugurou, na sexta-feira (1/11), em Curitiba, a primeira Delegacia Modelo de Investigação e Análise Financeira da Polícia Federal. Segundo ele, a ideia é disseminar esse modelo para o restante da PF no país e demais polícias judiciárias. “Espero que essa delegacia possa apresentar vários e novos casos criminais relevantes, especialmente no campo da corrupção e da criminalidade financeira”, falou.

O evento contou com a presença do governador do Paraná, Ratinho Jr, e do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, além de outras autoridades federais e estaduais.

A nova delegacia, cujo projeto de execução começou em fevereiro de 2019, pretende institucionalizar práticas de sucesso investigativo, fortalecendo inquéritos digitais e buscando uma atuação menos burocrática e mais efetiva no combate aos crimes financeiros e de corrupção.

A Delegacia Modelo fará parte da Delegacia de Repressão a Corrupção e Crimes Financeiros da Superintendência Regional da Polícia Federal no Paraná, e vai contar com um laboratório, criado a partir da expertise de peritos e técnicos em inovação da PF.

Para garantir mais agilidade e qualidade nas investigações de crimes complexos de corrupção e lavagem de dinheiro, serão empregadas novas tecnologias nas áreas de Big Data e Business Intelligence. A partir dos bons resultados, a ideia é difundir tecnologias e promover intercâmbio com as demais unidades da Polícia Federal no Brasil.